TEXTO ESCRITO POR

LUK DIN BUNE KWAN

May 5, 2014

 

Por Thomas Pinheiro.

 

O bastão é considerado a arma mãe no kung fu, sua utilização está ligada aos primórdios da arte marcial chinesa.

O estilo Wing Chun teria absorvido a utilização do bastão através da troca de técnicas entre Chi Shin e Leung Yee Tai. Wong Wah Bo, também especialista em Wing Chun Kuen e pertencente a uma toupe de ópera chinesa juntamente a Leung Yee Tai moravam em um barco, e no barco onde se apresentava a troupe, Leung Yee Tai fora designado a trabalhar na cozinha, onde acabou por conhecer o famoso mestre; Chi Shin. Leung Tai aprendeu técnicas de bastão longo e Chi Shin (grande mestre em Hung Kuen) teria recebido técnicas de braço de Wing Chun.

O estilo Wing Chun é um sistema marcial que teve como base a luta corporal sem utilização de armas, porém para aquela época, o que hoje são chamadas armas brancas, eram letais, e quando manejadas se tornavam letais, e as armas que possuíam lâmina, demonstravam uma má intenção, ou uma intenção deliberadamente bélica. O bastão, luk dim bun kwan tem um formato cônico, com uma extremidade mais grossa em relação a outra, seu peso varia conforme o material, madeira nobre, ou madeira do tipo flexível porém dura (white oak), ou rattan. A característica das técnicas se assemelham as da lança, aliás, para aquela época o uso do bastão era uma forma de não demonstrar, de esconder a possibilidade de que munido de uma vara utilizada para fins sociais ( apoio, abrir mata, remo, suporte de balde, etc...) seria manejada de forma mortal.

 

Quando da incorporação do bastão no Wing Chun, a preocupação maior ficou em relação a um combate de longa distância ao oponente, sendo a arma manipulada por uma pessoa sob o barco, ou numa situação mais voltada de um para um, por isso apesar de haver um preciso e forte trabalho das pernas a deslocação é curtíssima.

Assim como o Wing Chun fora ensinado para pessoas que já haviam habilidade em outro estilo, e portanto existiram combinações de conhecimentos e técnicas a aquelas próprias e desenvolvidas no Wing Chun, o uso do bastão também pode utilizar-se de outras técnicas adversas, logicamente este é um ponto de vista que ultrapassa uma idéia ortodoxa de se prender a apenas uma maneira do uso do bastão.

Muitos mestres de Wing Chun acrescentaram ao uso das estocadas, varridas, e movimentos em círculo, um uso mais amplo, com movimentação capaz de enfrentar um maior número de oponentes, de se ter uma maior agilidade.

O luk dim bun kwan é um bastão longo, cerca de 2 metros e meio de comprimento, o qual era utilizado no juncos pelos barqueiros. Segundo relatos do falecido grande mestre Yip Man, Wong Wah Bo seria uma pessoa muito reservada e inicialmente quem teria sido instruído fora Leung Tai, porém as técnicas de Wing Chun com o bastão teria sido desenvolvida pelos dois.O manejo de bastão de forma tradicional no Wing Chun, se utiliza de base sólida como a do cavalo, e de bases flexíveis como a do gato e uma própria do Wing Chun, jeeu ma. A combinação está entre o movimento rápido e forte das pernas aliados à cintura e a explosão dos braços, características marcantes no estilo Wing Chun.

Utiliza-se de seis técnicas e meia, que são sete movimentos, porém um executa meio movimento em relação aos outros seis.Porém o que muitos praticantes esquecem, é que outros estilos de kung fu também desenvolveram muitas técnicas e formas diferentes do uso do bastão, em relação às distâncias do oponente, ao campo de batalha e a quantidade de adversários.

Absorver outras técnicas, podem também ajudar e muito ao praticante, pois abre sempre novas possibilidades de se absorver ou contornar uma situação que muitas vezes fogem do habitual; porém sem perder a objetividade, explosão e sensibilidade, características do Wing Chun.

Ou seja o bastão deve integrar-se ao corpo do praticante.

O treino em Wing Chun com o bastão é normalmente ensinado posterior a aprendizagem das técnicas corporais, Contribuem para uma maior potência do uso da cintura, ajudando a desenvolver os deslocamentos como também o fortalecimento de juntas, e tendões dos braços.

São utilizados para o treinamento a prática de técnicas isoladas no ar, aparelhos, como argola, mook jong específico, treino com parceiro, no qual se inclui o chi kwan; um tipo de exercício semelhante ao chi sau, só que com os bastões e aplicações.

 

Assim como pernas e braços; o bastão deve se tornar um prolongamento do corpo do praticante, formando uma peça única. O seu aprendizado antes do tempo além de poder trazer lesões também prejudicam o aprendizado das técnicas corporais.

Please reload

EM BUSCA DA ARTE MARCIAL.

May 7, 2014

1/2
Please reload

TEXTOS RECENTES

January 20, 2017

May 8, 2014

May 8, 2014

Please reload

PROCURA POR TAGS
Please reload

ACOMPANHE NOSSA PAGINA NO FACE
  • Facebook Classic